Renan vai ao STF contra silêncio de Pazuello e diz que ele quer proteger possíveis infratores

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

14/05/2021 11h05 — em Política

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O relator da CPI da Covid, senador Renan Calheiros, afirma que o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello pode "estar objetivando proteger possíveis infratores" com o pedido de habeas corpus autorizando que ele fique em silêncio em seu depoimento na Comissão Parlamentar de Inquérito.

Renan enviou um ofício ao STF (Supremo Tribunal Federal) criticando a solicitação feita por Pazuello. No documento, endereçado ao ministro Ricardo Lewandowski, o senador argumenta que Pazuello será ouvido como testemunha, e não investigado.

"A CPI encontra-se em sua segunda semana de oitivas, fase incipiente de seus trabalhos e, por isso, ainda não há uma linha investigativa que claramente implique o sr. Eduardo Pazuello em crimes, de forma a justificar a concessão da medida pleiteada", esreveu Renan

"O impetrante dá demonstrações de que tem a intenção de dificultar, desde o nascedouro, os trabalhos de uma comissão parlamentar legitimamente criada e instalada [...] e tem por missão investigar a fundo e apresentar ao povo brasileiro a atuação do governo federal na condução da maior crise sanitária que o Brasil e o mundo já tiveram", afirma o senador.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Política