Petebista questiona legado da pós-Copa

Por

17/06/2014 15h21 — em

A deputada Vera Castelo Branco (PTB), na Aleam, concordou em parte com o pronunciamento do deputado Marcos Rotta (PMDB) ao exaltar os elogios feitos pela crônica esportiva nacional (Globo, Band, ESPN e outros) sobre a beleza da Arena da Amazônia Vivaldo Lima, o trabalho executado pelo pessoal voluntário na orientação dos visitantes e os ganhos que a Copa nos traz.

Contudo, a deputada disse que não poderia deixar de fazer uma reflexão, nesse momento, quando estamos por realizar a segunda partida, faltando apenas dois jogos para concluir nossa participação nesse evento. “É tudo muito bonito o que estão falando, mas essas belezas urbanísticas que foram propagadas pelos comentaristas é tudo muito comum lá fora. Nós temos as belezas naturais que para mostrá-las e acessá-las não precisaria essa gastança toda de dinheiro que foi feita, endividando o Estado”, observou.

“É isso que eu questiono. A Copa em nosso Estado já está terminando. Aqueles que esperavam que esse seria mais um ciclo econômico, uma saída para muitos de nossos problemas vêem que a realidade é outra. E aí, eu pergunto, essas belezas que estão mostrando vai encher a barriga, melhorar a saúde, educação e segurança dos amazonenses. Vamos ter essa mesma segurança que estão efetuando no entorno da Arena, aqui na capital e interior do Estado”, questionou a deputada preocupada com o desenrolar dessa questão depois da Copa.


+