Deputado questiona prisão de feirante em Manacapuru

Por

01/07/2014 14h12 — em

Nesta terça-feira, 1º, o deputado estadual Orlando Cidade (PTN) criticou a atuação do Batalhão Ambiental na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam). A ação, que resultou na prisão de um feirante, foi realizada no último domingo, 29, na feira da Liberdade, em Manacapuru.

Cidade ressaltou que a prisão do feirante e apreensão de seus produtos foram feitas após o Batalhão Ambiental receber denúncias. O suspeito foi conduzido à delegacia, onde foi autuado pela comercialização do pescado, que é proibida, exceto quando há a Guia de Transporte de Pescado (GTI), que possibilita a comercialização do produto. “No início desta semana o Batalhão Ambiental apreendeu cinco quilos de pirarucu, aonde um trabalhador, pai de família foi preso. Esse tipo de situação precisa ser revista, pois muitos trabalhadores atuam no ramo sem licenças por conta das burocracias impostas por órgãos ambientais”, justificou.

Para o deputado, que é presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária, Pesca, Abastecimento e Desenvolvimento Rural (CAPPADR) da Aleam, projetos ligados ao setor deixam de ser executados por esbarrarem nas determinações impostas pela legislação. “Temos enfrentado inúmeros problemas para implantar ações voltadas para a piscicultura, pecuária e agricultura no Estado por conta das rígidas leis ambientais no Amazonas, criadas no governo passado. Essa situação precisa ser revista, pois será impossível que o segmento no Estado avance”, disse.

Exportação

Durante pronunciamento o parlamentar comemorou a alta na exportação de motocicletas no Estado. Segundo Cidade, os números aumentaram 20% comparado ao mesmo período do ano passado. “As vendas não alcançam os níveis que esperávamos, mas ainda é assim é uma boa notícia”, finalizou.  


+