Cônsul-Geral anuncia criação de consulado em Manaus a partir de agosto

Por

05/06/2014 16h39 — em

A partir do mês de agosto, Manaus vai ter um Consulado de Cuba, para atender os Estados do Amazonas, Roraima, Rondônia, Acre, Amapá e Pará. Com isso, as relações bilaterais que já existem entre o Brasil e o país de Fidel Castro, vão ser incrementadas para a região Norte, onde já existem parcerias, a exemplo do programa Mais Médicos, do Governo Federal.

Em visita à Assembleia Legislativa do Amazonas, nesta quinta-feira, o cônsul-geral de Cuba, Turcios Miguel Esquivel Lopes, disse que a intenção é intensificar ações voltadas para programas de saúde, turismo e até com a indústria do Polo Industrial de Manaus. “O segmento de celular pode ser um grande atrativo para Cuba”, disse.

O representante cubano foi recebido pelo presidente Josué Neto  que se fez acompanhar dos deputados Marco Antônio Chico Preto e Adjuto Afonso. Na ocasião, Neto agradeceu o interesse de Cuba em querer estreitar a relação com o Norte brasileiro, em especial com o Amazonas, destacando o trabalho que os médicos cubanos estão fazendo no interior amazonense, inclusive nas áreas rurais, onde a presença do médico já é uma realidade.  

Por meio do programa Mais Médicos, cerca de 258 profissionais cubanos estão trabalhando no interior do Estado. Na opinião de Josué Neto essa parceria permitiu uma revolução na saúde do Amazonas, diante da presença desses profissionais que estão residindo e trabalhando em áreas longínquas. “Até então, era impossível encontrarmos médicos na zona rural de alguns municípios, inclusive em áreas indígenas”, disse.Ele acredita que a presença do consulado em Manaus vai permitir tanto o estreitamento desse relacionamento como vai dar garantias de que mais médicos cubanos cheguem ao Brasil e aqui tenham um local para se dirigir no momento que tiverem algum problema em território brasileiro. No Brasil, há consulados de Cuba em São Paulo e Salvador.

+