Comissão da Aleam pede justificativa sobre aumento no preço da gasolina

Por

17/06/2014 15h46 — em

Nesta terça-feira (17), o deputado estadual Marcos Rotta (PMDB), presidente da Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Amazonas (CDC-Aleam), lamentou o aumento no valor da gasolina que chega a custar em média R$ 3,19 nos postos de combustíveis do Amazonas. Esse é o terceiro reajuste da gasolina nos últimos seis meses, o que representa aumento de 3,57% no período.

Em abril, a gasolina comum chegou a custar R$ 3,13/litro, sendo o terceiro valor mais alto do país. As informações foram publicadas no Diário Oficial no dia 25 de março, pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz). Os efeitos do reajuste são sentidos no bolso do consumidor desde dezembro de 2013, quando a Petrobrás anunciou aumento de 4% para gasolina e 8% para o Diesel, alterando o valor do combustível para R$ 3,08.

Reajustes no preço da gasolina comum por litro

Dezembro 2013- R$ 3,08

Abril 2014 – R$ 3,13

Junho 2014 – R$ 3,19

O presidente da CDC–Aleam pediu justificativa sobre o reajuste ao Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, Lubrificantes, Álcool e Gás Natural do Estado do Amazonas (Sindcam).

“Nós estamos registrando, através de pesquisas de preço feitas pela Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa, que hoje o litro da gasolina é vendido em média, a R$ 3,19. O Código Nacional de Defesa do Consumidor diz que é vedado aos fornecedores de produtos e serviços aumentar preços sem justa”, afirmou Rotta.

“Estamos cientes da revolta das pessoas que utilizam combustíveis na cidade de Manaus e no interior do Amazonas e a Comissão de Defesa do Consumidor está tomando providências, fazendo esta pesquisa de campo e oficiando o sindicato que representa os revendedores para que nós possamos ter uma noção real do que verdadeiramente está ocorrendo no mercado de combustíveis do Amazonas”, finalizou.

 

+