Servidor público que matou amazonense a facadas em Roraima vai a júri popular

Por Portal do Holanda

17/09/2021 10h14 — em Policial

José confessou o crime - Foto: Divulgação

Manaus/AM - José Antônio Sousa Melo, acusado de matar a técnica de enfermagem amazonense, Taluany da Silva Rocha, 19, em Roraima, será julgado no próximo dia 30.

O homem, que é ex-marido da jovem, assassinada com 27 facadas, vai a júri popular quase um ano após o crime que chocou familiares de Taluany e moradores da cidade de Alto Alegre (RR).

Para que não lembra do caso, Taluany e José viveram juntos, mas estavam separados há pouco tempo na época do crime.

O homem tentava uma reconciliação com a jovem e fez até uma surpresa romântica para ela na casa onde moraram, horas antes de assassiná-la.

Após o feminicídio, ele fugiu e se escondeu na casa do irmão. O corpo de Taluany foi encontrado na sala da casa com a arma cravada no pescoço. A técnica de enfermagem levou 27 golpes de faca, sendo a maioria no pescoço.

Foi a própria mãe da jovem quem encontrou a filha em uma poça de sangue ao ser chamada por vizinhos que notaram algo errado na casa.  Ao ser preso, o servidor público confessou o crime.

 


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Policial