Sandrinho deu nome falso à polícia ao ser preso em Santa Catarina

Por Portal do Holanda

24/09/2021 3h28 — em Policial

Foto: Polícia Civil/Divulgação

Manaus/AM - Sandrinho Santos, de 33 anos, apresentou documentos com nome falso ao ser preso nesta quarta-feira (22), em cumprimento ao mandado de prisão por triplo homicídio. A prisão ocorreu na cidade de Palhoça, em Santa Catarina.

De acordo com a polícia catarinense, Sandrinho teria confessado que utilizava dados de outra pessoa para evitar ser reconhecido na cidade. Com ele, foram apreendidos uma pistola com numeração raspada e munições do mesmo calibre. Considerado de alta periculosidade, Sandrinho responde por, pelo menos, 13 assassinatos, tendo como vítimas Rodrigo Henrique Santos Bandeira, morto no dia 4 de julho de 2015; Elias Wendell Lima de Oliveira, no dia 3 de setembro de 2015; Afrânio Junho Lima, no dia 1º de fevereiro de 2016; Jhonata Palheta Marques, o “Cebola”, no dia 24 de maio de 2016; Eden Ferreira Paz, em 4 de junho de 2016; Clerton da Silva Menezes, no dia 8 de novembro de 2016; duplo homicídio ocorrido no dia 18 de maio de 2017, tendo como vítimas José Wisley Ludugero Terencio e Kelison da Silva Nascimento.

Ele também teve participação nas mortes de José Roger Chaves da Silva, ocorrido no dia 25 de maio de 2017; Marcelo Andercley Rodrigues de Souza, no dia 30 de julho de 2017; Paulo André Lima Rodrigues, o “Diabo Loiro”, em 7 de agosto de 2017; Suzyane Katlen Valentin de Souza, no dia 6 de setembro de 2017; José Santos Rodrigues de Araújo, no dia 11 de novembro de 2017; Emerson Lopes de Souza, no dia 19 de novembro de 2017, e Igor Ferreira Gomes, no dia 1º de dezembro de 2017.

Ele estava foragido da Justiça do Amazonas, desde 2018, após participar de uma fuga em massa, com mais 34 detentos, no Centro de Detenção Provisório Masculino 2 (CDPM), localizado no ramal do km 8 da BR- 174, que liga Manaus a Boa Vista.

 

 


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Policial