​“Pinguelão” e companhia estão atrás das grades

Por Portal do Holanda

17/08/2015 17h16 — em Policial

Manaus/AM - Na tarde desta segunda-feira (17) seria apresentado em coletiva à imprensa Adson Dias da Silva, 38, e Ronaldo de Paula da Silva, 21, conhecido como “Novo”, ambos envolvidos no assassinato da enfermeira e líder comunitária Maria das Dores Salvador Priante, que tinha 54 anos quando foi morta.  O corpo da vítima foi encontrado na última quinta-feira (13) em Manacapuru, distante 68 quilômetros em linha reta de Manaus.

No início da tarde a coletiva teve de ser cancelada porque mais envolvidos na morte da líder comunitária estavam sendo detidos em Iranduba. Por causa disso, o encontro foi remarcado para a terça-feira (18), a partir das 9h30 na Delegacia Geral, bairro Dom Pedro, zona Centro-Oeste de Manaus.