Levantador de toadas diz que agressão à namorada em Manaus foi caso ‘isolado'

Por Portal do Holanda

23/11/2021 18h15 — em Policial

Foto: Reprodução

Manaus/AM- O levantador de toadas Patrick Ynster Hebert, 27, se pronunciou nesta terça-feira (23), após sua ex-namorada, Monique Steephany, 28, fazer uma publicação nas redes sociais o acusando de tê-la agredido. Ela postou fotos com hematomas em várias partes do corpo e realizou Boletim de Ocorrência (BO). 

Após expor as agressões, Patrick também utilizou suas redes sociais para se pronunciar sobre o caso. Em um trecho ele diz: "Peço desculpa principalmente a minha mãe, pois sei que isso não faz parte da educação que recebi. É triste ver a forma com que meu relacionamento chegou ao fim". 

Ele também detalha sobre o acontecido e diz: "Eu não tenho vergonha de vir aqui dizer que sim, agir de cabeça quente. Eu não soube lidar com a situação que estava acontecendo, peço desculpas também aos que viram o que aconteceu no evento, peço desculpa aos meus contratantes que acabaram tendo que vivenciar coisas que eu jamais esperei um dia passar". 

Em outra parte da publicação, ele fala que a agressão à namorada foi caso ‘isolado’. "Sei que vamos respeitar a medida protetiva e com isso quero deixar claro, que esse fato isolado não representa o meu caráter, minha postura como ser humano e como profissional, muito menos pela opinião escrita pelas pessoas que desconhecem a verdadeira história. Dessa forma, em demonstração do meu arrependimento, deixo aqui meu sincero pedido de desculpa à Steephany Faria, a família e toda sociedade", disse. 

Patrick também diz que darão continuidade ao processo e que "vai ter medida protetiva". Já em outra parte da publicação, ele fala sobre ciúmes. "Se alguém estiver passando por um relacionamento em que existe falta de respeito. Um excesso de ciúme. Ninguém é obrigado a estar com ninguém. Termine logo isso, sai desse relacionamento", disse.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Policial