Estudante vira réu pelo assassinato de jogadora de games

Por Portal do Holanda

27/02/2021 8h51 — em Policial

O estudante Guilherme Alves Costa, de 18 anos, acusado da morte de Ingrid Oliveira Bueno da Silva, de 19 anos. — Foto: Reprodução/G1

A Justiça de São Paulo aceitou na sexta-feira (26) a denúncia do Ministério Público (MP) contra o estudante Guilherme Alves Costa, de 18 anos, pelo assassinato da jogadora de games Ingrid Oliveira Bueno da Silva, de 19 anos, na última segunda-feira (22), na casa dele, em Pirituba, na Zona Norte de São Paulo.

Segundo um site de notícias do Globo, com essa decisão judicial, Guilherme se torna réu no processo que responde por homicídio, continuará preso preventivamente e também será obrigado a fazer um exame de insanidade mental.

O juiz Adilson Paukoski Simoni, da 5ª Vara do Júri, quer saber, entre outras coisas, se o acusado possui alguma doença ou teve perturbação mental durante o crime. Apesar de não ter falado durante seu interrogatório à Polícia Civil, Guilherme aparece em dois vídeos confessando que matou Ingrid.

"Perpetrado crime hediondo, consubstanciado em homicídio consumado, com duas qualificadoras, e, mesmo assim, apesar do modus operandi, demonstrado frieza ao gravar vídeo, inclusive rindo pela morte provocada, hei por bem, nessa contextura, por deferir o pedido ministerial para determinar a instauração de incidente para verificação de sanidade mental do réu", escreveu o magistrado, que ainda determinou a quebra do sigilo do celular de Guilherme, que foi aprendido.

O promotor Fernando Cesar Bolque acusa o estudante por homicídio qualificado por motivo fútil e meio cruel. Segundo a acusação, o assassino usou duas armas brancas para tentar "degolar a vítima", que conheceu pela internet havia um mês.

"Em circunstâncias ainda desconhecidas, utilizando-se, entretanto, de uma faca e de uma espada (...) o denunciado matou a vítima provocando os inúmeros e cruéis ferimentos", escreveu o representante do MP na denúncia aceita pela Justiça.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Policial