​Dois policiais são presos acusados de sequestro em Manaus

Por Portal do Holanda

16/02/2016 15h41 — em Policial

MANAUS/AM - As investigações coordenadas pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) resultaram na prisão de dois policiais militares no final da manhã desta terça-feira (16), no momento em que recebiam parte do pagamento pelo resgate de Marinaldo Franco de Araújo, sequestrado há 20 dias. Conforme informações da polícia, os acusados chegaram em uma moto no posto de gasolina que fica ao lado do Amazonas Shopping e abordaram a esposa da vítima. No momento em que recebiam o dinheiro, foram cercados pelos investigadores que efetuaram o flagrante. Ambos foram identificados como Cleber Gonzaga Oliveira de Lima, do Batalhão de Trânsito e Watson Nascimento da Silva, do Batalhão de Guarda. Um deles portava uma arma.



Conforme a esposa da vítima que fez declarações para a imprensa usando uma balaclava, há 20 dias o marido disse que estaria entregando uns documentos em direção à Cidade Nova, acompanhado do marido de um prima que dirigia o carro, já que estaria machucado. “Por volta do meio dia, o marido da minha prima chegou apavorado dizendo que onde tinham chegado para deixar o documento, tinham dois homens que agarraram meu marido por trás e colocaram ele dentro de um carro”, disse ela, que completou dizendo que sete dias depois os seqüestradores fizeram o primeiro contato exigindo o pagamento do resgate no valor de R$ 175 mil ou então ela e os filhos também teriam o mesmo fim.

Diante da situação, a esposa da vítima fez contato com a DEHS que passou a investigar e acompanhar o caso de perto, culminando com as prisões ocorridas hoje.



Durante as negociações ficou acertado de que hoje seria repassado o sinal de R$ 35 mil e que o restante seria pago na liberação da vítima.

Conforme o delegado em exercício Luiz Rocha, da DEHS, até a prisão de hoje ninguém sabia que se tratavam de policiais por trás do sequestro. “As investigações ainda estão em andamento e outras pessoas devem estar envolvidas. Apesar de não haver nenhuma confirmação, nós trabalhamos com a hipótese de que a vítima ainda esteja viva”, relatou.



O tenente coronel Nero, representando o Comando Geral da PM, foi cauteloso quanto as acusações, esclarecendo que todos os procedimentos internos específicos para estes casos serão adotados, para que não ocorra de alguma falha possa comprometer inclusive a aplicação de pena máxima para os policiais envolvidos.

“Os procedimentos serão instaurados, com a possibilidade inclusive da perda da função que eles exercem. O procedimento será firme e forte para manter a instituição íntegra em suas ações, oferecendo o direito ao contraditória e, se ao final, comprovada as circunstâncias, a perda da função”, resumiu em coletiva para a imprensa.



Conforme informações preliminares obtidas pelo Portal do Holanda, outras três pessoas envolvidas no caso também deverão ser presas nas próximas horas.

O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Policial