Siga o Portal do Holanda

Valor não existia

Em Manaus, suspeitos de matar empresário em assalto achavam que vítima tinha R$ 20 mil

Publicado

em

Foto: Caio Guarlotte/Portal do Holanda Foto: Caio Guarlotte/Portal do Holanda
Foto: Caio Guarlotte/Portal do Holanda

Universo paralelo. Esqueletos fardados saem do armário


Manaus/AM - Tássio de Souza Picanço, 28, foi preso na noite de segunda-feira (29), suspeito de assassinar a tiros o empresário Yann Victor Fonseca Rios, 25, e ferir o cunhado dele, que não teve o nome divulgado. A prisão do suspeito ocorreu por volta das 22h, na rua Urandi, terceira etapa do bairro Alvorada, zona Centro-Oeste.

De acordo com o delegado titular de Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), Guilherme Torres, o crime foi motivado por uma suposta quantia de R$ 20 mil, que estaria em posse do empresário. O delegado explicou, que Tássio foi preso após registrar um falso Boletim de Ocorrência informado o roubo de seu carro, que teria sido usado no crime.

“Temos a convicção que o crime se trata de um latrocínio. Conseguimos identificar o Tássio porque após o crime, ele realizou um falso B.O dizendo que ele havia tido o carro roubado. Ao ser preso ele confessou o crime, disse que foi contatado pelo Eduardo Souza Costa, que está foragido, para cometer o roubo porque o empresário teria R$20mil”, contou.

Conforme o delegado, assim que a vítima saiu para trabalhar com o cunhado, foi abordada pelos suspiros que efetuaram os disparos. “Assim que o Yann saiu com o cunhado pra trabalhar, no video mostra ele correndo, trava uma luta corporal, atira no empresário e em seguida no cunhado dele. Na verdade, esse valor em dinheiro não existia, o que foi levado era uma pochete com R$ 900”, contou.

O crime ocorreu na manhã de segunda-feira (29), na casa onde Yann morava, na rua Iacutã, segunda etapa do bairro Dom Pedro, zona Centro-Oeste. Na ocasião, Paulo e Eduardo, que está sendo procurado, chegaram no local em um veiculo e abordaram Yann e o cunhado dele. Eduardo foi quem alvejou as vítima com disparos de arma de fogo.

Yann foi atingido por dois tiros e veio a óbito no local. Já o cunhado, que também foi baleado, foi levado à uma unidade de saúde da capital, onde permanece internado.

Paulo foi autuado em flagrante por latrocínio consumado e latrocínio tentando. Ao término dos procedimentos cabíveis ele será levado para audiência de custódia.


Foto: Divulgação Polícia Civil 

 

 

Já leu estas ?

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.