Vereador que recebeu R$ 100 mil para renunciar, confessa: "fui chantageado"

Por

26/02/2012 16h07 — em Amazonas

O ex-vereador Joaquim Teixeira (PSC), que renunciou ao cargo depois da divulgação de vídeo onde ele aparece recebendo do ex-prefeito Elmir Mota   cerca de R$ 100 mil  para renunciar o seu mandato, confessou  que foi pressionado  pelo suplente, Rivaldo Medeiros, para deixar a cadeira na Câmara Municipal de Boa Vista do Ramos.


“Quando disse que não renunciaria,  mostraram o vídeo ( Veja AQUI) eu recebendo dinheiro e caso não renunciasse esse vídeo iria parar na mídia”, afirma Teixeira, acrescentando que seu suplente já andava com os papéis de sua renúncia apenas para ser assinado.

A carta de Teixeira foi lida pelo vereador Osmar Francisco, na sessão extraordinária da Câmara Municipal, no último sábado à noite, resultando na cassação de Elmir Mota.
 

NULL