Procurador será investigado

Por

17/03/2012 0h13 — em Amazonas

Manaus - O procurador-geral do Ministério Público de Contas (MPC), Carlos Alberto Almeida, instaurou Procedimento Administrativo Disciplinar (PAD) para apurar os motivos que levaram o procurador João Barroso  a desistir do recurso de denúncia contra a empresa Emparsanco S/A, acusada de receber R$ 87 milhões da Prefeitura de Manaus para a realização de serviços de tapa buraco.

A portaria número 09  foi publicada na tarde de sexta-feira, no Diário Eletrônico do Tribunal de Contas do Estado.

Carlos Alberto designou para atuar  no procedimento disciplinar os procuradores Evanildo Santana Bragança e Ademir Carvalho Pinheiro e a procuradora Evelyn Freire de Carvalho.

A Comissão terá o prazo de 30 dias para realizar os trabalhos, prorrogáveis por igual período mediante despacho fundamentado do presidente da comissão, devendo adotar as medidas procedimentais devidas, respeitando-se o devido processo legal, e, ao final, apresentando o resultado do procedimento.

NULL

O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Amazonas