Siga o Portal do Holanda

Amazonas

Procurador será investigado

Publicado

em

Por

Manaus - O procurador-geral do Ministério Público de Contas (MPC), Carlos Alberto Almeida, instaurou Procedimento Administrativo Disciplinar (PAD) para apurar os motivos que levaram o procurador João Barroso  a desistir do recurso de denúncia contra a empresa Emparsanco S/A, acusada de receber R$ 87 milhões da Prefeitura de Manaus para a realização de serviços de tapa buraco.

A portaria número 09  foi publicada na tarde de sexta-feira, no Diário Eletrônico do Tribunal de Contas do Estado.

Carlos Alberto designou para atuar  no procedimento disciplinar os procuradores Evanildo Santana Bragança e Ademir Carvalho Pinheiro e a procuradora Evelyn Freire de Carvalho.

A Comissão terá o prazo de 30 dias para realizar os trabalhos, prorrogáveis por igual período mediante despacho fundamentado do presidente da comissão, devendo adotar as medidas procedimentais devidas, respeitando-se o devido processo legal, e, ao final, apresentando o resultado do procedimento.

NULL

+ Amazonas

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.