Processo resultou na demissão da Flávia Grosso

Por

22/07/2012 0h00 — em Amazonas

O mesmo  processo que envolve Armando Rubens Medeiros Lima,  cuja sentença é de fevereiro do ano passado, já teve vários desdobramentos. Um deles, a demissão de Flávia Grosso da Superintendência da Suframa.  Flávia   e altos funcionários da autarquia chegaram a ter os  bens bloqueados, assim como Mauricio Loureiro, do Centro das Indústrias do Estado do Amazonas (Cieam).

Outra envolvido foi a  Mosaico Engenharia e Comércio Ltda, empresa responsável pela execução das obras no distrito industrial.  Outros envolvidos: Jorge Soto Mayor Fernandes Filho, sócio-administrador da Mosaico Engenharia, e  o procurador federal Eduardo Bonates de Lima.
 
Irregularidades


As ações de improbidade administrativa foram  baseadas em um convênio firmado entre a Suframa e o Cieam para revitalizar o sistema viário do Distrito Industrial, em Manaus, e a aplicação de parte dos recursos sem a devida comprovação dos serviços.

NULL