Polícia atribui a imperícia de construtora queda de fachada do IML Polícia atribui a imperícia de construtora queda de fachada do IML

Polícia atribui a imperícia de construtora queda de fachada do IML

Por

16/09/2012 14h40 — em Mundo

A Polícia Civil do estado Amazonas  informou que, diferentemente  do que foi divulgado, o teto do IML não desabou no sábado, mas a fachada do prédio e que o problema ocorreu devido  a imperícia e negligência da empresa que ganhou a licitação para tocar a obra.


Em nota, a Policia informa que logo após o fato, autoridades da Polícia Civil estiveram no local e acompanharam a retirada da estrutura. Peritos iniciaram, ainda no sábado, o relatório de investigação pericial para apurar as reais causas do acidente que estará pronto na segunda-feira. O  Delegado Geral Adjunto Mário Aufiero também esteve no local e determinou a instauração de uma sindicância. A delegacia Geral informa que, na hipótese de, comprovada a inteira responsabilidade do fato por parte da empresa, o contrato com a mesma será reincidido e serão tomadas as medidas administrativas e penais cabíveis.

Dois homens que trabalhavam e sofreram ferimentos foram atendidos pelo SAMU. Não houve mortes, nenhum cidadão usuário dos serviços do IML foi atingido e não houve danos materiais.

A empresa retomará as atividades de recolocação da marquise da fachada do Instituto Médico Legal, na segunda-feira (17). Reforçamos que o atendimento está sendo realizado normalmente, sem perigo ou prejuízo aos cidadãos.
 

NULL

+ Mundo