Siga o Portal do Holanda

Pauderney apresenta projetos de urbanização e mobilidade urbana

Publicado

em

Por



 Uma avant-première de um desenho de uma nova Manaus foi exibida pelo candidato a prefeito da capital amazonense, Pauderney Avelino (Democratas), durante evento no Centro das Indústrias do Estado do Amazonas (CIEAM), dentro da rodada de encontros com os prefeituráveis promovida pela entidade.

Com o foco em produzir um planejamento, caso eleito, para os próximos 40 anos da cidade, o candidato fez uma apresentação de suas propostas e projetos e assinou a carta de compromisso com a Ação Empresarial, composta pela Federação de Agricultura (FAEA), Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio), CIEAM, Federação das Indústrias (FIEAM) e Associação Comercial do Amazonas (ACA).

Quando a carta foi apresentada em 11 de julho, Pauderney manifestou aprovação à iniciativa, cujos seis pontos constam da plataforma de governo do democrata: ética, transparência, melhoria da qualidade de vida, fortalecimento do Polo Industrial, relação de grandeza com a sociedade e valorização do Centro Histórico.

O trabalho exibido em primeira mão a empresários e representantes das entidades de classe é resultado do seminário “Manaus do Amanhã”, que aconteceu de 3 a 5 de agosto, contando com a presença de arquitetos, engenheiros, urbanistas e projetistas de Manaus e de outros Estados do País, entre eles os locais presidente do Sinduscon, Eduardo Lopes, Rubelmar Filho, Benito, os arquitetos Paulo Lindenberg, Werner Albuquerque, Cristiane Sotto Mayor e Cláudio Nina, que se juntaram ao engenheiro Guilherme Takeda, de São Paulo, e ao ex-prefeito de Curitiba, Cássio Taniguchi.

“Este é apenas o início, resultado de trabalho de uma semana. Imaginem o que podemos fazer em 4 anos. Nossa visão é para uma nova Manaus, que todos merecem e precisam”, falou Pauderney. O modelo usado para estruturar o projeto é o colaborativo, que envolve parcerias com as comunidades, lideranças empresariais, políticas e comunitárias, associações de moradores, entidades de classe, entre outros.

Como princípio norteador do trabalho está a mobilidade urbana, com perspectivas para calçadas com acessibilidade universal, rebaixamento de meio fio, implantação do BRT (ônibus rápido) e bonde como meio de transporte em áreas restritas do Centro. No trânsito/transporte, o eixo trabalhado foi o Norte-Sul e Leste-Oeste, destravando vários gargalos da cidade com intervenções de baixo custo e pouco impacto de obras de escavação.

Entre as soluções viárias apontadas, destaque para o binário na av. Constantino Nery e na Djalma Batista, elevados e viadutos em diversos pontos da cidade, todos interligados para dar maior agilidade ao tráfego, para que ele seja o máximo contínuo. Como exemplos, as ligações entre Djalma Batista e João Valério; Constantino Nery e rua Pará; João Valério com Constantino; Natal e Recife; viaduto na Tarumã com av. Getúlio Vargas; viaduto e elevado na Paraíba com André Araújo, e uma ponte no Boulevard.

“E vamos resgatar a linha do bonde no Centro. Temos a opção do bonde elétrico, um meio de transporte sustentável, que pode circular na Praça da Matriz, Mercado da Banana, Mercado do Peixe, em áreas restritas”, explicou Pauderney.

Uma das grandes apostas do candidato para a revitalização do Centro Histórico é a construção de um shopping popular para abrigar os camelôs, com reestruturação da feira da Manaus Moderna, praça popular de eventos e um terminal de ônibus rápido.

“Vamos organizar vários setores da cidade, como o Distrito Industrial, humanizando, fazendo jardins, limpando e recuperando as vias e o meio fio. Nossa proposta é fazer calçadas, montar uma rede de cabo de fibra ótica, distribuição de gás encanado, entre outros projetos para ressocialização do Distrito”.
 

NULL

+

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.