Siga o Portal do Holanda

Amazonas

Mulher teria "comprado" alvarás de dois funcionários do Tjam para soltar Jerry Adriano

Publicado

em

Por

A mãe do foragido da Justiça Jerry Adriano Teodósio, a empresária Maria da Conceição Teodósio, que usou um alvará falso para soltar o filho, foi presa na madrugada desta quarta-feira por policiais da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos. Ela teria pago a R$ 7,8 mil pelos alvarás a dois funcionários do Tjam.

Na delegacia ela disse ter pago pelos alvarás falsos cerca de R$ 7.800, a dois homens no Fórum Ministro Henoch Reis, identificados como Wellington e Israel Mendes, que afirmaram ser oficiais de Justiça.

Maria  afirmou que os homens  pediram  mais dinheiro  para soltar seu filho e Miguel, mas ela disse que tinha apenas R$ 7.800, e foi o que pagou.

A empresária se passou por oficial de Justiça e na manhã do dia 7 do mês passado soltou Jerry Adriano e Miguel Viana Souza, recapturado dia 17 de abril.

Os dois são acusados de matarem o coreano Hae Soo Chung, 57 e sua esposa Vanessa de Souza Loureiro, crime ocorrido no dia 21 de abril do ano passado na Cidade Nova, Zona Norte Manaus.

NULL

+ Amazonas

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.