Siga o Portal do Holanda

Amazonas

MP quer comandante dos bombeiros no banco dos réus.

Publicado

em

Por

Por ter obrigado  trës candidatos ao concurso público do Corpo de Bombeiros, realizado ano passado, a ficarem nus e agachados para revista íntima, o comandante  Antônio Dias pode ser julgado pela justiça comum pelo crime de abuso de autoridade. O militar também  ofendeu os concurseiros, chamando-os de "vagabundos, patifes e safados".

Manaus - O comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Antônio Dias, acusado de abuso de autoridade ao determinar a prisão e a revista intima de três  candidatos ao concurso da instituição, em fevereiro do ano passado, pode ser julgado pela Justiça comum.

Sindicância da corregedoria da Polícia apurou que houve excesso do comandante na abordagem dos concurseiros  Walax Souza, André dos Santos e Silvio Souza - obrigados a ficarem nús e agachados -  mas a recomendaçao feita ao secretário de Segurança da época, para que fosse aberto um procedimento administrativo disciplinar contra o militar, não prosperou.

Agora a promotora  Maria da Conceição Silva Santiago quer que o coronel Antônio Dias seja julgado pela justiça comum e não pela militar, conforme foi sugerido pela corregedoria de Polícia.

" É cristalino que o bombeiro militar passou a abusar do poder que lhe fora confiado, quando determinou a prisão e a revista intima nos candidatos Walax Souza, André dos Santos e Silvio Souza", diz a promtora.
 

NULL

+ Amazonas

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.