Siga o Portal do Holanda

Amazonas

Médico e Incor processados

Publicado

em

Por

Manaus - A corretora Doris Areal ingressou com ação de indenização por danos  morais e materiais contra o suposto cirurgião plástico Carlos Jorge Cury Mansilla e o Instituto do Coração (INCOR), onde ela foi submetida em fevereiro de 2010 a uma lipoescultura e a uma abdominoplastia e acabou tendo o corpo desfigurado.

A ação,  que começou a tramitar no dia 20 deste mês na 16ª Vara Cível e de Acidentes de Trabalho, é no valor de R$ 259.029,00.

De ano estético, Doris está pedindo R$ 100 mil, pela mutilação que sofreu nos seus seios, cicatrizes nos seus glúteos, além da perda de sensibilidade em parte dos seios.

De danos materiais, ela pediu cerca de R$ 49 mil, dinheiro desembolsado por ela para recuperação dos danos sofridos com a intervenção cirúrgica. Por perdas e danos, a corretora quer receber mais R$ 60 mil.

Com relação aos danos morais, Doris Areal  pede a importância de R$ 50 mil.

Ao final da petição inicial, o advogado de Doris, Sérgio Ricardo Mota Cruz, pede a condenação de Carlos Cury e do Incor, o pagamento das custas processuais e os honorários advocatícios, na base de 20%.

LEIA TAMBÉM:

NULL

+ Amazonas

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.