Siga o Portal do Holanda

Amazonas

Lupércio, Anderson e Azedo têm contas reprovadas e podem ficar inelegíveis

Publicado

em

Por

Manaus - Os  ex-deputados Lupércio Ramos, Nelson Azedo e  o ex-prefeito de Rio Preto da Eva, Anderson José de Souza, podem ficar impedidos de  concorrer  às eleições deste ano. É que o Pleno do TCE  decidiu nesta quinta-feira reprovar a prestação de contas dos três gestores, que passam a ser alcançados pela Lei da Ficha Limpa.

 

Lupércio Ramos teve  as contas exercício 2008, da Secretaria de Estado da Juventude, Desporto e Lazer (SEJEL),  reprovadas.  Ele terá que  devolver aos cofres públicos   R$ 86 e mil e pagar uma multa de R$ 4 mil.

Nelson Azedo ingressou com recurso tentando mudar a decisão da Corte, que em 2010  julgou irregular sua prestação de contas exercício 2010, e ainda lhe aplicou multa de R$ 5.453,     mas o conselheiro substituto Mario José Filho, votou negando provimento e os conselheiros o acompanharam, deixando o ex-parlamentar ao alcance da Lei da Ficha Limpa.

O ex-prefeito de Rio Preto da Eva, Anderson de Souza, teve suas contas exercício 2007  julgadas irregulares pelo TCE. Além da reprovação, o ex-gestor, de acordo com o voto do conselheiro Ari Moutinho, foi considerado em alcance na importância de R$ 3 milhões e 674 mil.

O conselheiro ainda aplicou multas que chegam a cerca de R$ 8 mil e determinou que o autos  e o acórdão sejam encaminhados ao Ministério Público Estadual, onde Anderson deverá responder por crime de improbidade administrativa.
 

 

NULL

+ Amazonas

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.