Gedeão ameaçado pela Lei da Ficha Limpa

Por

25/09/2012 7h58 — em Amazonas

Manaus - O ex-secretário estadual de Educação, Gedeão Timóteo Amorim, não conseguiu reverter a decisão do Pleno do Tribunal de Contas do Estado que o multou por liberar recursos para o Municipio de  Fonte Boa, em 2006, sem "comprovação de boa fé".  Gedeão, que agora pode ser alcançado pela Lei da Ficha Limpa,  ignorou ou não buscou informações sobre a aplicação do dinheiro repassado. O Ministério Público estuda mover ação de improbidade contra o ex-secretário.

O  Pleno do Tribunal de Contas do Estado havia  julgado  procedente a denúncia de irregularidades na aplicação de recursos públicos por Sebastião Lisboa e aplicado multa ao ex-secretário,que recorreu da decisão.

O conselheiro Lúcio Alberto de Lima Albuquerque negou provimento ao recurso do ex-secretário e foi acompanhado em unanimidade pelo Pleno do TCE, que manteve a decisão que aceitou a denúncia e aplicou multa de R$ 3.289, a Gedeão, por ele liberar  parcela de convênio firmado entre a Seduc e a prefeitura de Fonte Boa, sem a comprovação fs aplicação e ainda opinou ao Ministério Público Estadual, representação de improbidade administrativa.

Contra o ex-prefeito, que teve a liberação da parcela, o Pleno, também aplicou multa de R$ 3.289 e  determinou que ele devolva  R$ 183 mil  aos cofres públicos

NULL

O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Amazonas