Siga o Portal do Holanda

Amazonas

Escuta revela que voto de Campbell contrariou interesse de Cachoeira, que queria "queimar" ex-aliado

Publicado

em

Por

O Ministro Mauro Campbell Marques não sofreu interferência para proferir seu voto no julgamento de processo onde um dos envolvidos era supostamento aliado   do bicheiro Carlinhos Cachoeira. Ao contrário do que foi noticiado, o bicheiro não tinha interesse em ajudar o antigo aliado, mas “ prergar o fumo nele”, conforme escuta telefônica gravada com autorização da justiça pela Polícia Federal.Campbell  que seu voto deveria ter a convicção jurídica .


Veja a transcrição da conversa do senador Demonstenes Torres com Carlinhos Cachoeira.

 
 
l- Em 07/06/2011, consta:
 
07/06/2011 - 18:25 - RESULTADO DE JULGAMENTO PARCIAL: "PROSSEGUINDO-SE NO JULGAMENTO, APÓS O VOTO-VISTA DO SR. MINISTRO MAURO CAMPBELL MARQUES, DANDO PROVIMENTO AO RECURSO, RECONHECENDO A ALEGAÇÃO DE CERCEAMENTO DE DEFESA, PEDIU VISTA DOS AUTOS O SR. MINISTRO CASTRO MEIRA."
 
l- Em 15/06/2011 há o telefonema, portanto, o Ministro Mauro já havia dado o seu voto oito dias antes. Lendo a transcrição, é fácil concluir que não é em relação ao Ministro Mauro (já havia votado) que o Demóstenes está dizendo:
 
"O do Ministro lá eu já falei com ele. Retirei o pedido lá e falei para ele pregar o fumo no sujeito".

 l- Na sequencia, consta o diálogo:

CARLINHOS: Pois é, mas precisa falar com o MINISTRO né. Agora o seguinte, você viu aí esse vereador de (INCOMPREENSÍVEL) esse CAMPBEL, ele pediu ai, parece que, você leu aí? Tem que correr atrás disso aí.

DEMOSTENES: Pediu, é pedido nisso, você que mandou eu ir lá atrás dele pra pedir uai. Eu já voltei nele lá e falei que não interesse não. Pregar o fumo no C':! !'::! , '

CARLINHOS: Pediu agora, pediu depois que você falou com ele, uai.

DEMOSTENES: De jeito nenhum, ele pediu vista lá atrás, nós fomos lá, a que I a é p o c a, voe ê I e vou e I e I á, eu p e d i e a i e u f u i a t r á s do MINISTRO. e pedi. O MINISTRO pediu pauta para incluir agora. Eu fui lá e pedi pra ele devolver e pregar o fumo no sujeito. Falei que não tinha mais interesse. Você entendeu.

Nesse diálogo fica claro que Cachoeura   não gostou do voto do Ministro Mauro. E reitera que pediu para pregar fumo e que não tinha mais interesse. Só que isso não pode ser para o Mauro que já havia votado.

  Prossegue o diálogo, a seguir:

CARLINHOS: Pois é, mas tinha que conversar com ele de novo. Tô achando que o menino do JOBIM tá nisso aí, tem que dar uma olhada. Olha isso aí pra mim. Esse cara, filha da puta não pode ganhar não.

DEMOSTENES: Eu tive nele há menos de mês quando você me falou ual.O ALEXANDRE JOBIM entrou aqui?

CARLINHOS: É o advogado da parte lá, do cara de ANAPOLIS.

DEMOSTENES: Pode ser perigoso. Eu falo de novo com ele. Vai ser que dia?

l - Nesse trecho ele diz que acha que o “menino do Jobim” tá nisso, ou seja, advogando para o vereador e deixa claro que ele queria a condenação do mesmo, ou seja, contrário ao voto do Mauro.

“É o advogado da parte lá, do cara de ANAPOLIS.”“Esse cara, filha da puta não pode ganhar não.”

Veja toda a transcrição abaixo:


15/06/2011 às 10:21:19, entre CARLINHOS X DEMOSTENES

RESUMO




DIÁLOGO

CARLINHOS: Oi Doutor. E ae novidade?

DEMOSTENES: Fala PROFESSOR, recebi o material aqui do DADA. O
do MINISTRO lá eu já falei com ele. Retirei o pedido lá e falei para ele pregar o fumo no sujeito. E o da FACULDADE tem dificuldade. Apesar que o MINISTRO ontem me ligou pra ver o negócio dele, aquela MEDIDA PROVISÓRIA então eu posso ir lá e ver se ele REFAZ, mas vamos ver. Já no canal de baixo, não é muito fácil, tá. Agora, uma coisa que eu descobri, quem mexe com liberação de curso é a mãe do BICA, você entendeu. Que tá aposentando, mas que continua ainda mexendo com esse trem. Então eu posso falar com O MINISTRO e se ele falar que tem
pegar o parecer de baixo a gente corre atrás dessa mãe do BICA para gente ouvir.

CARLINHOS: Pois é, mas precisa falar com o MINISTRO né. Agora o seguinte, você viu aí esse vereador de (INCOMPREENSÍVEL) esse CAMPBEL, ele pediu ai, parece que, você leu aí? Tem que correr atrás disso aí.

DEMOSTENES: Pediu, é pedido nisso, você que mandou eu ir lá atrás dele pra pedir uai. Eu já voltei nele lá e falei que não interesse não. Pregar o fumo no C':! !'::! , ':11
CARLINHOS: Pediu agora, pediu depois que você falou com ele, uai.

DEMOSTENES: De jeito nenhum, ele pediu vista lá atrás, nós fomos lá,naque I a é p o c a, voe ê I e vou e I e I á, eu p e d i e a i e u f u i a t r á s doM I N 1ST R O.
e pedi. O MINISTRO pediu pauta para incluir agora. Eu fui lá e pedi pra ele devolver e pregar o fumo no sujeito. Falei que não tinha mais interesse. Você entendeu.

CARLINHOS: Pois é, mas tinha que conversar com ele de novo. To achando que o menino do JOBIM tá nisso aí, tem que dar uma olhada . OLha isso aí pra mim. Esse cara, filha da puta não pode ganhar não.

DEMOSTENES: Eu tive nele há menos de mês quando você me falou ual. O ALEXANDRE JOBIM entrou aqui?

CARLINHOS: É o advogado da parte lá, do cara de ANAPOLIS.

DEMOSTENES: Pode ser perigoso. Eu falo de novo com ele. Vai ser que d i a?

CARLINHOS: Essa semana, dia 16.

DEMOSTENES: Ah, então tá bom. Um abraço .

CARLINHOS: Dá uma lida para você ver, abraço.

15/06/2011 às 13:44:30, entre CARLINHOS X DEMOSTENES

RESUMO
 

DIÁLOGO

CARLINHOS: Oi, Doutor!

DEMOSTENES: Fala, Professor! A conversa com o homem ficou pra
amanhã 05:00 da tarde. Que ele acabou ou não veio. Ou sei la. Não apareceu! Entendeu?

CARLINHOS: Eu preciso falar com você antes. Surgiu uns fatos aqui. Contra o PAULO GARCIA, viu! O pau vai comer em cima dele aqui.

DEMOSTENES: Ta ótimo, maravilha. Eu vou chegar então ai. Que eu vou la no Tocantins, entendeu. Devo chegar por volta de 0300, 04:00 horas. Eu te procuro antes. Falou!

CARLINHOS: É muito importante antes cê ta falando com o MARCONI. Viu! Segunda feira (INCOMPREENSÍVEL) ai. Vamo falar.

DEMOSTENES: Eu te procuro antes. Mesmo que eu atrase com ele la, eu te procuro antes. Outra coisa. O outro MINISTRO Ia garantiu que vai votar conosco, falou!

CARLINHOS: A excelente, Doutor.
 

NULL

+ Amazonas

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.