Artur diz que Lula é rancoroso e lembra episódio da ameaça de plantar cocaína no carro da filha

Por

20/09/2012 14h51 — em Mundo


O ex-senador Artur Virgílio Neto disse  à rádio CBN que o ex-presidente Lula, em seu ataque na noite de quarta-feira (19) durante o comício de Vanessa Grazziotin, se esqueceu de falar sobre a ameaça de “plantar” cocaína no carro de sua filha, feita durante o episódio das descobertas de grampos telefônicos, provocando a reação do então senador, que ameaçou dar uma surra em Lula. “Isso pra mim é passado. Ele, infelizmente, parece guardar rancor. Isso faz mal à saúde”.

Artur também disse que Lula mora em uma cidade diferente de Manaus, que não tem problema de saneamento básico, nem de trânsito, nem de falta de água. “Quem decide quem vai ser o prefeito de Manaus é o povo, que é soberano”, afirmou.

Artur também disse que Lula, em seu discurso, minimizou a importância da candidata que ele apoia. “Ele disse que, fosse quem fosse o candidato que estivesse disputando as eleições contra mim, ele viria apoiar. Então, deixou claro a minha importância. Ele veio aqui para me derrotar. E não ajudar a pessoa que ele disse que tinha que ir pro Senado e que agora ele diz que tem que ir pra Prefeitura. Não sei se daqui a dois anos não vão dar outra missão pra ela.”, alfinetou.

O candidato reafirmou que não guarda mágoa de Lula, o que eu tenho que dizer é: “presidente Lula eu não tenho raiva do senhor. Eu fui o único político do Amazonas que esteve do seu lado quando o senhor estava sendo julgado por um tribunal militar. E digo mais, o senhor será sempre recebido com muito carinho em Manaus e, se eleito prefeito,  faço questão de recebê-lo, como meu convidado para assistir aos jogos da copa na tribuna de honra”.





 

NULL

O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Mundo