Artur conversa com a militância

Por

04/08/2012 16h32 — em


Em encontro na manhà deste sábado  com a militância do PPS, candidatos a vereadores e simpatizantes, na Praça São Sebastião, em frente ao Teatro Amazonas, o candidato a prefeito de Manaus pela coligação O Futuro é Agora, Artur Virgílio teve uma conversa em tom intimista com eles quando disse o que espera desta campanha: “vamos para o enfrentamento de ideias, pelo voto livre” e explicou sua candidatura. “Não ser candidato a prefeito seria deserção e não sou um desertor”.  E manifestou sua alegria com a grande aceitação de sua candidatura. “Todas as pesquisas mostram que estamos em clara curva de crescimento. Mas não precisa de estatística, basta andarmos em qualquer zona da cidade para sentirmos a enorme aceitação”. E afirmou: “vamos vencer o atraso em todas as ruas de Manaus”.

Ele contou que o seu plano de governo será apresentado em setembro porque “quero uma verdade chinesa, compartilhada e raciocinada com o povo, sem mistificação”. Artur disse que não vai entrar em jogo de promessas fictícias que são esquecidas tão logo acaba a campanha. “Vamos ter um programa realista. Sabemos das limitações do orçamento, mas teremos os parceiros necessários”, reafirmou.  E lançou um desafio: “meu primeiro compromisso será levar nossas propostas aos deputados e senadores da bancada do Amazonas. Quero ver quem vai se negar a buscar recursos para Manaus”.

Artur disse ainda que vai fazer um governo democrático e que não vai silenciar a oposição. “Queremos uma oposição forte porque assim erraremos menos” e estendeu o compromisso para a liberdade de expressão da imprensa. 
 

NULL

+