Amazonino bate na imprensa, MP e Judiciário

Amazonino bate na imprensa, MP e Judiciário

Por

16/05/2012 0h02 — em Editorial

O prefeito Amazonino Mendes  disse o que quis da imprensa, dos politicos, do Judiciário e do Ministério Público  num encontro casual com jornalistas, quando deixava nesta terça-feira o prédio da Assembleia Legislativa do Amazonas. O prefeito acusou os jornais de fazerem pautas sem conteúdo e culpou a internet pela onda de  fuxicos que atrapalha  o seu governo.

O que era para ser uma entrevista, se tornou um monólogo. O prefeito disse a um repórter, que tentou uma abordagem sobre o Proama - Programa Águas para Manaus - que o profissional era "desinformado".

Amazonino literalmente vomitou nos jornalistas sem que eles reagissem. Cabia uma intervenção, uma pergunta inteligente para calar um governante  que está cansado não apenas porque, como disse, trabalha, mas também porque deixou de comungar do esforço democrático de tornar o  seu governo transparente. E se incomoda com "fuxicos".

Lamentavelmente, Amazonino tem razão quando diz que jornalistas são mal informados. Nesta terça-feira, foram incapazes de conduzir a entrevista. Tiveram que ouvir lamentações e anotá-las. Prestaram um desserviço ao jornalismo.

NULL