Siga o Portal do Holanda

Famosos & TV

Almir Sater sucessos e lança seu novo CD "7 Sinais"

Publicado

em

Por

O compositor, cantor e instrumentista sul-matogrossense Almir Sater trouxe o inconfundível toque de sua viola ao Credicard Hall, localizado na zona sul de São Paulo, em única apresentação, na noite deste sábado, dia 22 de setembro.

O show é realizado pela Time For Fun. A apresentação reuniu clássicos do seu repertório, como “Cavaleiro da Lua”, “Trem do Pantanal”, “Cabecinha no Ombro” e “Tocando em Frente”, além de canções de seu mais recente álbum, “7 Sinais”.

Com mais de 30 anos de trajetória e 10 álbuns solo gravados, Almir Sater tem um estilo único. Exímio instrumentista, caracteriza-se pelo experimentalismo e por agregar sonoridades caipiras ao folk, com influências das culturas fronteiriças do seu estado, como a música paraguaia e andina. O resultado reflete traços populares e eruditos, cativando os mais diversos públicos.

Além disso, Sater é um dos responsáveis pelo resgate da viola de 10 cordas na música brasileira, não só reinventando-a, como acrescentando um toque mais sofisticado, que mescla estilos como blues, rock e folk.

Sua relação com a viola, aliás, vem de longa data. Começou a tocá-la aos 12 anos, mas só decidiu tornar-se músico aos 20, quando já havia mudado para o Rio de Janeiro, então com o propósito de estudar Direito. Inspirado por uma dupla que tocava viola caipira no Largo do Machado, porém, desistiu da faculdade e passou a estudar música, tendo o inesquecível Tião Carreiro como mestre. Então, retornou a Campo Grande e formou a dupla Lupe e Lampião. Em 1981, “Lupe” finalmente adotou o nome artístico de Almir Sater e iniciou sua bem-sucedida carreira solo.

Lançou cinco álbuns nos anos 1980, sendo escolhido por unanimidade pela crítica para abrir o Free Jazz Festival, em 1989, ao lado de grandes nomes da música mundial, como John Lee Hooker, Branford Marsalis e George Benson. Naquele ano, também fez uma apresentação histórica em Nashville, berço da música country norte-americana.

Na década seguinte, Almir ganhou dois Prêmios Sharp – com as canções “Moura” e “Tocando em Frente” – e também obteve grande destaque como ator, em novelas como Pantanal (1986), Ana Raio e Zé Trovão (1991) e O Rei do Gado (1996). Seu álbum mais recente é 7 Sinais, gravado em 2006, mesmo ano em que foi lançada a coletânea “Um Violeiro Toca”.

NULL

+ Famosos & TV

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.