Siga o Portal do Holanda

Amazonas

AGU vai contestar no STF pedido de Adail para ser excluído da lista de ficha suja

Publicado

em

Por

O Advocacia Geral da União  ingressará nos dois mandados de segurança  impetrados pelo ex-prefeito de Coari, Adail Pinheiro, no Supremo Tribunal Federal contra o presidente do TCU. O ex-prefeito tenta reverter dois acórdãos em que foi condenado a devolver R$ 2,9 milhões por irregularidades na aplicação de recursos conveniados com o Governo Federal. Adail está  solicitando a exclusão do seu nome  da lista de “fichas  sujas”.

Um mandado de segurança está nas mãos do ministro Joaquim Barbosa e outro com a ministra Rosa Weber, que em despachos solicitaram informações ao presidente do TCU. A Advocacia Geral da União já manifestou que ingressará na lide.
 

Condenado

Adail Pinheiro  foi condenado a devolver R$ 700 mil supsotamente desviados de convênios firmados com o Ministério das Cidades no valor de R$ 3 milhões.O dinheiro se  destinava a ampliação e melhoramento do sistema de abastecimento de água e construção de meios-fios em Coari.

Outra condenação  no TCU, que Adail tenta anular, é  relativa a um convênio de R$ 600 mil para construção de aterro sanitário e modernização de uma usina de reciclagem. No valor atualizado, o ex-prefeito  foi condenado a pagar cerca de R$ 2 milhões.

NULL

+ Amazonas

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.