Siga o Portal do Holanda

"Radicalismo"

Governador acusa Sinteam e Asprom de radicalizarem e impedirem acordo

Publicado

em

 

Manaus/AM - O governador Wilson Lima (PSC) disse nesta segunda-feira  que não atenderá as reivindicações dos professores quanto ao reajuste salarial de 15%. Este é o valor que a categoria pede, mas o governador disse que a proposta será de 4,7% e que já está encaminhando um projeto para a Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam). 

O  governador decidiu atacar os professores afirmando que a categoria não demonstra organização. Segundo ele, falta clareza quanto a quem representa a categoria. Ele ainda decidiu dizer que os professores prejudicam a educação do Estado, pois possuem motivações políticas, de acordo com a avaliação dele. 

“Houve manifestação de radicalismo de ataques a mim e a minha equipe. É algo que nos prejudica muito porque os dois movimentos não se entendem e há um viés político partidário muito grande por trás desses dois grupos”, disparou Lima contra o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Amazonas (Sinteam) e a Associação de Professores e Pedagogos de Manaus (Asprom). 

Wilson não atendeu aos jornalistas. Houve uma tentativa de fazer uma pergunta de uma repórter, mas prontamente a secretária de comunicação do Estado, Daniela Assayag, disse que o governador não iria responder. 

A greve dos professores iniciou no dia 15 de abril e está prestes a completar um mês de duração. 

As crianças que perdemos

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.