Siga o Portal do Holanda

CRM

Defensoria Pública pede cassação do registro de médico que agrediu grávida no Amazonas

Publicado

em

Foto: Divulgação

Manaus/AM - A Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) requisitou ao Conselho Regional de Medicina do Amazona (CRM-AM) que apure o caso de agressão praticado pelo médico Armando Andre Araújo, com a abertura de um procedimento Ético Disciplinar com punição prevendo a cassação do seu registro profissional. Graças a um vídeo que viralizou e foi divulgado em nível nacional, ficou aparente a agressão sofrida por uma grávida de 16 anos em trabalho de parto na Maternidade Balbina Mestrinho em maio de 2018.

O pedido de investigação dos fatos é da defensora pública Caroline Souza, titular da 13ª Defensoria Forense Cível. Ela aponta que o histórico do médico justifica o pedido de cassação, que após a denúncia registrada pela vítima na Polícia, este já é o sexto caso de violência obstétrica praticada pelo médico. 

Nesta mesma ação, a defensora solicitou o recolhimento da carteira profissional de Armando Andrade de Araújo de forma cautelar. 

Leia o documento abaixo:

Na defesa da ZFM, falta um telepronter para Wilson Lima no palco de Brasília

-

Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

1MinutoNerd: VINGADORES:Ultimato

 Siga o Holanda

Amazonas

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.