Siga o Portal do Holanda

ELEIÇÕES 2018

Coligação de Amazonino pede cassação de Wilson Lima por compra de votos

Publicado

em

Foto: Reprodução

Manaus / AM - A coligação "Eu voto no Amazonas", do candidato Amazonino Mendes (PDT) entrou com representação no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM) com pedido de cassação do registro ou do diploma do candidato Wilson Lima (PSC) e seu vice, Carlos Almeida, por compra de votos, além de multa no patamar máximo decorrente da violação do artigo 41-A da Lei 9.504/97. A representação está embasada em vasto material comprobatório de que o ex-prefeito do município de Nhamundá, Mário José Chagas Paulain, atuou para a captação ilegal de votos, no primeiro turno das eleições.

Paulain foi preso pela Polícia Civil, em flagrante, no dia 7 de outubro, dia do primeiro turno da eleição, em Nhamundá, dentro de um quarto da Pausada Tucunaré. No flagrante, foram apreendidos dinheiro, material de campanha do candidato do PSC e recibos. Todo esse material foi apensado na representação.

Além do pedido de cassação, a representação pede que a Justiça Eleitoral requisite à autoridade policial de Nhamundá e ao juiz da 43 Zona Eleitoral no município para que informem os desdobramentos da prisão em flagrante de Paulain, além do envio do aparelho celular apreendido para realização de perícia através do histórico de mensagens e ligações.

Servidores encaram governo do AM e resolvem parar o Estado

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.


Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.