Shannon: Trump e Biden entendem a importância das relações com Brasil

Por Estadão Conteúdo / Portal do Holanda

19/10/2020 14h25 — em Mundo

Independentemente de quem vencer a eleição presidencial nos Estados Unidos, o ex-embaixador do país no Brasil Thomas Shannon enxerga potencial para avanços nas relações entre as duas maiores economias do continente americano. "Os dois candidatos entendem bem a importância dessas relações", afirmou, em evento virtual organizado pela Câmara Americana de Comércio (Amcham).

Ainda assim, para o diplomata, se vencer, o candidato do Partido Democrata, Joe Biden, deve adotar políticas calcadas no multilateralismo, em contraposição com o unilateralismo do atual presidente, Donald Trump. "Trump tem uma visão mais nacionalista da nossa economia e vê o mundo como um jogo de soma zero, em que colaborar com outros países prejudica os EUA", avaliou.

Por conta dessas diferenças, Shannon argumentou que um eventual governo Biden não deve evitar uma política comercial baseada em tarifas e elevar o prestígio de entidades como a Organização Mundial do Comércio. "Biden reconhece que, num mundo globalizado, é necessário construir a prática da cooperação transnacional para se ter sucesso", destacou.

Se os democratas voltarem à Casa Branca, Shannon prevê que o principal campo de divergências entre Washington e Brasília será na política ambiental. No entanto, ele não acredita que o ex-vice-presidente assumiria uma posição de conflito, porque entende a importância do Brasil nessas discussões. "Meio Ambiente é um tema muito importante para os democratas e vai ser um dos primeiros problemas que as diplomacias americanas e brasileiras terão que solucionar", disse.

Sobre os três acordos bilaterais assinados pelos dois países nesta segunda-feira, 19, o diplomata opina que essas iniciativas devem representar um ponto de partida para projetos semelhantes no futuro, independentemente de quem vencer o pleito de novembro.