Compartilhe este texto

Reino Unido diz que Rússia perdeu um terço de forças de combate na Ucrânia

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

15/05/2022 11h33 — em
Mundo



SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Ministério da Defesa do Reino Unido afirmou em boletim divulgado hoje que a Rússia pode ter perdido cerca de um terço de suas forças militares na Ucrânia desde o início da guerra, em 24 fevereiro.

Segundo o comunicado da inteligência britânica, a ofensiva russa na região separatista de Donbass, que engloba Donetsk e Lugansk, "perdeu impulso e ficou significativamente atrasada".

"Apesar dos avanços iniciais de pequena escala, a Rússia não conseguiu obter ganhos territoriais substanciais no mês passado, mantendo níveis consistentemente altos de atrito", disse o Ministério da Defesa no Twitter.

"A Rússia agora provavelmente sofreu perdas de um terço da força de combate terrestre que comprometeu em fevereiro", afirma a publicação. Ainda de acordo com as autoridades britânicas, é "improvável" que a Rússia acelere drasticamente sua taxa de avanço nos próximos 30 dias.

Desde a invasão da Rússia em fevereiro, as tropas da Ucrânia forçaram as forças russas a abandonar um avanço sobre a capital Kiev, afastando-as também de Kharkiv, a segunda maior cidade do país.

Uma contraofensiva ucraniana também está em andamento perto da cidade de Izium, controlada pela Rússia, embora os militares da Ucrânia tenham relatado hoje que as forças russas estavam avançando em outros lugares na região de Donbass.

Segundo o chefe da administração militar regional de Lugansk, Serhiy Hayday, disse na manha de hoje, "os russos estão reunindo equipamentos e mão de obra mais perto de Severodonetsk e se preparando para atacá-la".

Severodonetsk é uma das várias cidades industriais no leste que têm sofrido bombardeios há semanas me meio aos esforços dos militares russos para derrubar as defesas ucranianas. Hayday disse que a fábrica de produtos químicos e os arranha-céus da cidade foram atingidos.

CONTRAOFENSIVA EM KHARKIV

Apesar dos novos ataques, a Ucrânia disse que efetua uma contraofensiva também em Kharkiv e tem tido sucesso em retomar territórios antes ocupados por tropas russas. Autoridades ucranianas, no entanto, deram poucos detalhes sobre a situação na região.

Segundo os comunicados oficiais, o objetivo da Ucrânia no local é cortar as linhas de suprimentos da Rússia para suas forças que tentam avançar para a região de Donetsk.

Oleh Syniehubov, chefe da administração militar regional de Kharkiv, afirmou que as unidades ucranianas estão constantemente fortalecendo suas posições, empurrando militares das fronteiras da cidade para as fronteiras da Rússia. "As direções norte e nordeste são os mais quentes; existem hosts ativos lá", acrescentou Syniehubov.



O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Mundo

+ Mundo