Compartilhe este texto

Presidente da SpaceX apoia Elon Musk após acusação de assédio

Por Portal do Holanda

24/05/2022 15h02 — em
Mundo


Foto: Reprodução

Gwynne Shotwell, que dirige as operações da SpaceX além de ser presidente da empresa, enviou um e-mail aos funcionários na sexta-feira que a CNBC tem acesso, com base em sua experiência, ela acredita que as alegações contra Elon Musk são "falsas".

Musk é acusado de fazer investidas sexuais a uma comissária de bordo da SpaceX, em uma instalação de espaçonave privada, que foi demitida por rejeitar os pedidos e recebeu mais de US$ 250.000, de acordo com um artigo do Business Insider na sexta-feira, diz um amigo da mulher.

"Pessoalmente, acho que essas alegações são falsas. Não porque eu trabalhe para Elon, mas porque trabalhei de perto com ele por 20 anos e nunca vi ou ouvi nada parecido com essas alegações', disse Shotwell em defesa de Musk.

Depois que o artigo foi publicado, Musk foi à rede social Twitter para negar as alegações, chamando as testemunhas de “ativistas de extrema esquerda de Los Angeles” e assegurou que as alegações tinham propósito político e pretendiam “interferir no Twitter”.

O multimilionário da África do Sul está envolvido em várias polêmicas desde que fez sua primeira oferta de compra da empresa na rede social, há algumas semanas.

Desde então, Musk ocupou diversas posições sobre a possível aquisição do Twitter, incluindo sua intenção de buscar reduzir custos operacionais, ou mesmo simplesmente abandoná-lo.



O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Mundo

+ Mundo