Compartilhe este texto

Porta-voz do Exército de Israel contradiz Netanyahu e diz que não é possível eliminar Hamas

Por Folha de São Paulo

19/06/2024 19h15 — em
Mundo



SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Em declaração que evidencia fissuras entre autoridades de Israel, o principal porta-voz do Exército, Daniel Hagari, afirmou nesta quarta-feira (19) que o grupo terrorista Hamas não pode ser eliminado apesar da guerra na Faixa de Gaza. A declaração contradiz promessas feitas por Binyamin Netanyahu e ainda expõe rachas no governo -enquanto o premiê condiciona o fim do conflito à destruição da facção, aliados cobram dele planos para o futuro do território palestino.

"O Hamas é uma ideologia, e não podemos eliminar uma ideologia. Dizer que vamos fazer o Hamas desaparecer é jogar areia nos olhos das pessoas", disse Hagari à emissora israelense Canal 13. "Se não oferecermos uma alternativa, no final, teremos o Hamas no poder de Gaza."

Trata-se da primeira vez que Hagari admite não ser possível eliminar a organização em mais de oito meses de guerra. Logo em seguida, o gabinete de Netanyahu rebateu os comentários.

"O gabinete político e de segurança liderado pelo primeiro-ministro Netanyahu definiu como um dos objetivos da guerra a destruição das capacidades militares e governamentais do Hamas", disse em comunicado. "As forças de Israel estão, obviamente, comprometidas com isso."


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Mundo

+ Mundo