Papa é 'cancelado' após igrejas serem incendiadas no Chile: 'comunista'

Por Portal do Holanda

19/10/2020 16h43 — em Mundo

Papa Francisco - Foto: Reprodução

Ocorreu nesta segunda-feira (19), uma manifestação para marcar 1 ano de protestos por igualdade no Chile. 

A ação, que deveria ser pacífica, acabou em vandalismo e confronto. Duas igrejas foram incendiadas. O caso ganhou repercussão internacional e gerou cobranças até mesmo para o Papa Francisco. 

Foto: Reprodução / Twitter

Foto: Reprodução / Twitter

Foto: Reprodução / Twitter

O pontífice da igreja católica chegou a ser chamado até de comunista por internautas, que cobravam um posicionamento seu sobre o ocorrido: "As igrejas católicas sofrendo com os atos terroristas dos esquerdalhas comunistas , e o papa em silêncio total! E vem se preocupar com fogo na Amazônia. Como se o país fosse dele. Canalha!" e 'Já tivemos o Papa Pio XI, Pio XII... Mas "Papa não dá um pio' contra a destruição de igrejas é a primeira vez na história!", foram alguns dos comentários.