Compartilhe este texto

Na Guiana, Lula volta a chamar ação de Israel em Gaza de genocídio

Por Folha de São Paulo

28/02/2024 16h01 — em
Mundo



GEORGETOWN, GUIANA (FOLHAPRESS) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) voltou a chamar a guerra na Faixa de Gaza de genocídio, em sua fala no encontro de líderes do Caribe em Georgetown, capital da Guiana, nesta quarta (28).

"O genocídio na Faixa de Gaza afeta toda nossa humanidade, porque questiona nossa própria humanidade. E confirma uma vez mais a preferência pelos gastos militares em vez dos investimentos ao combate à fome, na Palestina, Áftica, América do Sul e Caribe", afirmou o presidente.

Lula também se referiu à Guerra da Ucrânia ao falar sobre o encarecimento de alimentos e fertilizantes.

"Não é possível que o mundo gaste por ano US$ 2,2 trilhões em armas. Todos sabemos que guerras provocam destruição, sofrimento e mortes, sobretudo de civis e inocentes. O Brasil seguirá lutando pela paz mundial. Uma guerra na distante Ucrânia afeta todo o planeta porque encarece os preços de alimentos e fertilizantes", disse.

Ao comentar a relação do Brasil com os países caribenhos, Lula falou sobre a paz na região, referência velada à disputa entre a anfitriã do evento com a Venezuela, que reivindica a região do Essequibo, território na fronteira com o Brasil cuja área é quase dois terços da Guiana.

"A Caricom abriu-se para o sul, rejeitando a condição da zona de influência de potências alheias à região. Temos o desafio de manter a autonomia em meio à rivalidade geopolítica. Cabe a nós manter a região como zona de paz", afirmou.


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Mundo

+ Mundo