Compartilhe este texto

Helicóptero que caiu com presidente do Irã não tinha marcas de bala

Por Folha de São Paulo

24/05/2024 10h00 — em
Mundo



SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS0 - O helicóptero que caiu com o presidente do Irã não tinha marcas de tiro e estava na rota planejada, diz um relatório preliminar das Forças Armadas, segundo a agência Tasnim News e o canal Iran Internacional.

Piloto fez contato um minuto e meio antes da queda. Ele conversou com outras duas aeronaves que faziam parte do comboio presidencial que participou de uma reunião próximo à fronteira com o Azerbaijão.

Nada suspeito foi observado nas conversas entre as tripulações e o controle de tráfego aéreo, diz o relatório. O helicóptero "continuou a rota pré-planejada e não fez nenhum desvio".

Nenhuma marca de bala foi observada nos destroços do helicóptero. O governo iraniano descarta a chance de um atentado e fala que o acidente foi causado pelas más condições climáticas na região.

Helicóptero pegou fogo após atingir o solo. O presidente Ebrahim Raisi e mais sete pessoas que estavam a bordo, incluindo autoridades iranianas, morreram no acidente.

Texto não detalha se acidente foi causado por erro humano ou problema técnico. As Forças Armadas também fizeram um apelo para que as pessoas "ignorem opiniões de não especialistas baseadas em especulações sem conhecimento da realidade".

QUEM ASSUME O PODER

Mohammed Mokhber, 68, deve assumir como presidente interino do Irã. O anúncio da indicação foi feito por Ali Khamenei, líder supremo do país, nesta segunda-feira (20).

Uma nova eleição presidencial será feita no prazo de 50 dias. Conforme prevê a Constituição do Irã, o presidente interino, o presidente do parlamento e o chefe do poder judicial devem formar um conselho para convocar as eleições.


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Mundo

+ Mundo