Gana recebe 600 mil doses do 1º lote de vacinas distribuídas pelo consórcio liderado pela OMS

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

24/02/2021 11h05 — em Mundo

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Quase um ano depois que a Organização Mundial da Saúde (OMS) descreveu o avanço do coronavírus como uma pandemia global, o consórcio liderado pela entidade enviou o primeiro lote de vacinas contra a Covid-19 para Gana.

O Covax, como é chamado o programa de compartilhamento de vacinas com países mais pobres, aplicou as primeiras doses nesta quarta-feira (24), após a doação de 600 mil doses do imunizante da AstraZeneca/Oxford produzido pelo Instituto Serum, na Índia.

A entrega em Acra, capital de Gana, ocorre oito meses após o lançamento da iniciativa Covax. O consórcio, que inclui a OMS, o Unicef, a Aliança para a Vacinação (Gavi) e a Coalizão para Inovações em Preparação para Epidemias (CEPI), planeja distribuir 2 bilhões de doses da vacina neste ano, das quais 1,8 bilhão serão destinada a países pobres, sem custos para seus governos.

Em Gana, o primeiro passo na campanha de imunização terá como público-alvo os profissionais de saúde, pessoas com mais de 60 anos ou que apresentem algum tipo de comorbidade. Funcionários do governo, professores, agentes das forças de segurança e trabalhadores de setores considerados essenciais nas duas maiores cidades do país —Acra e Kumasi— também serão vacinados.

Até esta quarta-feira, Gana registrou mais de 81 mil casos e 584 mortes por coronavírus, de acordo com dados da Universidade Johns Hopkins.

O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Mundo