EUA admitem que ataque em Cabul foi um erro e matou dez civis e crianças

Por Estadão Conteúdo / Portal do Holanda

17/09/2021 17h12 — em Mundo

Os Estados Unidos admitiram ter cometido um erro ao lançar um ataque com drone contra supostos militantes do grupo Estado Islâmico em 29 de agosto em Cabul, no qual morreram dez civis - entre eles, sete crianças. O Pentágono afirmou ter se tratado de um erro trágico e se desculpou.

O chefe do Comando Central dos Estados Unidos, general Kenneth McKenzie, disse que o ataque tinha como alvo uma suposta operação do braço afegão do EI contra o aeroporto de Cabul sobre a qual a inteligência americana tinha uma "certeza razoável".

"O ataque foi um erro trágico", disse McKenzie aos jornalistas depois de uma investigação. O Pentágono estava considerando indenizações às famílias dos civis mortos, disse McKenzie.

Relatórios que surgiram quase imediatamente após o ataque afirmaram que ele havia matado civis, incluindo crianças. Um porta-voz do novo governo Taleban do Afeganistão, Zabihullah Mujahid, disse na época que o ataque tinha matado sete pessoas. (Com agências internacionais)


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Mundo