Deputados da França aprovam prorrogação de passaporte de saúde até julho de 2022

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

21/10/2021 13h36 — em Mundo

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Assembleia Nacional da França aprovou, nesta quarta-feira (20), o projeto de lei que permite a prorrogação da exigência dos passaportes de saúde até 31 de julho de 2022. O texto ainda precisa do aval do Senado na próxima quinta-feira (28).

O documento prova que seu titular já recebeu o esquema completo de vacinas contra a Covid-19 ou teve recente resultado negativo em testes de detecção da doença. O passe tem sido exigido em locais como bares, restaurantes e instalações esportivas, por exemplo.

A data em julho é o prazo máximo para a obrigatoriedade do passaporte de saúde, que pode ser suspenso antes se indicadores como taxa de vacinação, proporção de testes positivos e disponibilidade de leitos de UTI assim o permitirem.

Desde agosto, manifestantes contrários à exigência têm ido às ruas do país em protestos, embora o volume dos atos tenha caído gradualmente nas últimas semanas.

A falta de consenso sobre o tema ficou evidente durante a votação na Assembleia. O projeto todo foi aprovado com 135 votos a favor e 125 contra após dois dias de discussões acaloradas no Parlamento. O artigo específico que possibilita a prorrogação do passe até julho de 2022 teve votação ainda mais acirrada: 74 votos favoráveis e 73 contrários.

Até esta quinta-feira (21), a França registrou mais de 7,2 milhões de casos e 118 mil mortes por Covid-19, segundo dados compilados pela Universidade Johns Hopkins.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Mundo