Castillo escolhe moderado como novo ministro da Economia no Peru

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

31/07/2021 9h07 — em Mundo

BUENOS AIRES, ARGENTINA (FOLHAPRESS) - Após mais de 48 horas de expectativa, o presidente do Peru, Pedro Castillo, finalmente anunciou o nome de seus ministros de Economia e de Justiça. Serão o moderado Pedro Francke e o advogado Aníbal Torres, respectivamente. Eles tomaram posse no início da madrugada deste sábado (31), em Lima.

Na verdade, ambos já haviam aceito o convite do presidente, mas, diante da escolha do esquerdista radical Guido Bellido Ugarte para ser o primeiro-ministro, os dois deram para trás. Castillo passou longas horas na tentativa de convencê-los. Guido Bellido causou surpresa aos que consideravam que Castillo escolheria um nome mais conciliador para o cargo.

O novo chefe do gabinete de ministros responde a um processo por suposta "apologia ao terrorismo", por fazer elogios à ação do grupo guerrilheiro Sendero Luminoso, que trouxe horror e violência ao Peru nos anos 1980/1990. Bellido também é famoso por frases homofóbicas e por afirmar, por exemplo, que os homossexuais deveriam deixar o país, citando a Fidel Castro como modelo.

Francke vem assessorando Pedro Castillo desde a campanha eleitoral. O economista, formado na Pontifícia Universidade Católica do Peru, auxiliou políticos da esquerda moderada, como a ex-candidata Verónika Mendoza.

Em várias entrevistas, Francke afirmou que Castillo deve seguir o modelo do Uruguai, nos anos de governo da esquerdista Frente Ampla, com Tabaré Vázquez e Mujica (2005-2020). No período, o país adotou políticas econômicas pragmáticas que mantiveram o crescimento sustentável do país durante os 15 anos, ao mesmo tempo em que estenderam as políticas de proteção social aos mais humildes.

Francke não é a favor de estatizações nem de mudanças nos pilares da economia atual do país. Um de seus pedidos a Castillo, nos últimos dias, foi o de que o presidente do partido Perú Libre, Vladimir Cerrón, deixasse de critica-lo publicamente. Em postagens em suas redes sociais, Cerrón afirmou que Francke não tinha a mesma linha ideológica do partido e estava mais alinhado aos "chicago boys", que apontariam para "uma política econômica que já falhou em tantos países".

A negociação teve efeito. Na noite de sexta-feira (30), Cerrón deu seu apoio, lançando a seguinte mensagem: "Pedro Francke tem todo o nosso apoio para aplicar a política econômica de estabilidade expressada no plano Bicentenário sem Corrupção".

A Torres, custou mais o fato de Guido Bellido ser tão duro em suas posições sobre diversidade sexual e contra políticas de direitos a minorias. Acabou aceitando depois que Castillo o convenceu de que Guido Bellido não terá influência em seu trabalho e que apoiará medidas neste setor. Castillo é um conservador nessas áreas e está contra o aborto, o matrimônio homossexual e a eutanásia, mas afirma que estes temas devem ser tratados no parlamento.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Mundo