Compartilhe este texto

Biden reúne Obama, Julia Roberts e George Clooney para evento de arrecadação

Por Folha de São Paulo

16/06/2024 21h30 — em
Mundo



RECIFE, PE (FOLHAPRESS) - O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, reuniu algumas das principais celebridades de Hollywood para um evento de arrecadação de fundos para a sua campanha eleitoral em Los Angeles neste sábado (15).

Além do ex-presidente Barack Obama, subiram ao palco os atores Jack Black, Jason Bateman, Kathryn Hahn e Sheryl Lee Ralph. Os atores George Clooney e Julia Roberts também compareceram.

A campanha de Biden esperava que o evento repleto de famosos demonstrasse força e impulso, apesar dos baixos índices de aprovação de Biden e das preocupações com a idade do presidente, que tem 81 anos --Trump tem 78. A avançada idade dos dois candidatos tem suscitado debates nas eleições.

Fora do complexo teatral na Olympic Boulevard, uma fila de policiais ficou próxima a cerca de cem manifestantes que pediam um cessar-fogo na Faixa de Gaza. "Vocês têm sangue em suas mãos!", gritavam os participantes do protesto.

A campanha de Biden disse que a arrecadação chegou a US$ 28 milhões (R$ 150 milhões). É o maior valor obtido por democratas em um evento do tipo da história, superando os US$ 26 milhões (R$ 139 milhões) daquele de um anterior, em março, na cidade de Nova York. O pacote de ingressos mais caros para o evento em Los Angeles custou US$ 500 mil (R$ 2,5 milhões), segundo representantes da campanha.

Os republicanos têm arrecadado valores ainda mais polposos, tendo arrecadado US$ 50,5 milhões (R$ 270 milhões) em um evento em Palm Beach, Flórida, em abril, e depois mais US$ 141 milhões (R$ 754 milhões) em maio.

Os democratas ainda mantêm uma vantagem global em termos de dinheiro sobre Trump, no entanto, e a campanha de Biden continua a ter um fundo maior.

Faltando menos de cinco meses para as eleições, Biden e Trump estão empatados nas pesquisas, embora Trump tenha vantagem nos chamados "swing states", os estados que decidirão a eleição.

No mesmo dia do evento de Biden, Trump participou de um ato de campanha em Detroit, cidade mais populosa do estado de Michigan --que costuma votar em massa nos democratas, mas elegeu o republicano em .

Com o objetivo de obter apoio eleitoral dos afro-americanos, Trump visitou uma igreja em Detroit, onde disse a centenas de eleitores que "o corrupto Joe Biden não fez nada por vocês, exceto falar", de acordo com a AFP.

Trump partiu em seguida para uma convenção de republicanos de ultradireita e apoiadores de sua tentativa de anular as eleições de 2020.

No evento, o ex-presidente criticou o pacote de proteção climática de Biden, chamou o presidente ucraniano Volodimir Zelensky de "traidor" e disparou contra uma "invasão de imigrantes de Biden", prometendo impedi-la com a maior deportação da história americana, conforme informou a Agência France-Presse.


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Mundo

+ Mundo