Compartilhe este texto

'Banho de sangue' e 'não há dinheiro'; veja frases de Milei em discurso de posse

Por Folha de São Paulo

10/12/2023 17h30 — em
Mundo



SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Javier Milei tomou posse como presidente da Argentina neste domingo (10) num momento em que o país está com inflação de 15.000%, segundo ele. Seu primeiro discurso, no Congresso, foi voltado para questões econômicas, com propostas para superar a crise, e críticas ao peronismo.

Veja alguns dos destaques de sua primeira fala para os argentinos.

- Hoje começa uma nova era na Argentina. Hoje encerramos uma longa e triste história de decadência e declínio e iniciamos o caminho da reconstrução do nosso país.

- Os argentinos expressaram vigorosamente uma vontade de mudança que não tem retorno. Não há caminho de volta.

- Há mais de 100 anos que os políticos insistem em defender um modelo que só gera pobreza, estagnação e miséria. Um modelo que considere que os cidadãos existem para servir a política e não que a política existe para servir os cidadãos.

- Tal como a queda do Muro de Berlim marcou o fim de um período trágico para o mundo, estas eleições marcaram o ponto de virada da nossa história.

- Nenhum governo recebeu uma herança pior do que a que estamos recebendo. Este é o legado que nos deixam: uma inflação de 15.000% ao ano, contra a qual vamos lutar com unhas e dentes para erradicá-la.

- E infelizmente, devo dizer novamente, não há dinheiro.

- A única opção possível é o ajuste, um ajuste ordenado que recai com toda a sua força sobre o Estado e não sobre o setor privado.

- Em termos de segurança, a Argentina tornou-se um banho de sangue. O tráfico de drogas tomou conta das nossas ruas.

- A situação na Argentina é crítica e emergencial. Não temos alternativas nem tempo. Nosso país exige ação e ação imediata.

- Não procurávamos nem desejávamos as decisões difíceis que terão de ser tomadas nas próximas semanas, mas elas não nos deixaram escolha.

- Hoje começamos a percorrer o caminho da prosperidade. Temos tudo para ser o país que sempre sonhamos.

- O novo contrato social que os argentinos escolheram propõe um país diferente, onde o Estado não dirige as nossas vidas, mas sim zela pelos nossos direitos. Um país que permite tudo dentro da lei, mas fora da lei não permite nada. -

- Os ideais de liberdade são a única forma de sair do buraco em que nos colocaram.

- Vamos seguir em frente. Será difícil, mas vamos conseguir.

- Levante-se, vamos sair.


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Mundo

+ Mundo