Usinas de oxigênio começam a funcionar nos hospitais de Manaus

Por Portal do Holanda

25/01/2021 0h33 — em Manaus

Usina no Hospital Universitário Francisca Mendes (Foto: Divulgação/Secom)

Manaus/AM - A primeira usina de oxigênio, das sete doadas pelo Ministério da Saúde (MS), já começou a funcionar neste sábado (23) no Hospital Universitário Francisca Mendes (HUFM), e já representa 55% do oxigênio consumido atualmente na unidade hospitalar, que fica localizada na zona norte de Manaus. Uma segunda usina está em fase final de montagem no Hospital e Pronto-Socorro (HPS) João Lúcio, na zona leste. Cada uma tem capacidade para produzir 6,5 mil metros cúbicos de oxigênio por semana, ampliando a capacidade do insumo nessas unidades de saúde.

Neste domingo, o HPS João Lúcio estava com 118 pacientes internados por conta da Covid-19. A unidade continua recebendo o abastecimento regular de oxigênio por meio de caminhões da empresa White Martins. Com a entrada da usina em funcionamento, a produção local irá reduzir a demanda por reabastecimento. Isso vai permitir o abastecimento manual de outras unidades de saúde.

Além dessas sete usinas doadas pelo Ministério da Saúde, o Amazonas recebeu outras cinco doadas pelo Hospital Sírio-Libanês, de São Paulo, que serão instaladas nos municípios de Eirunepé, Lábrea, Tefé, Tabatinga e Carauari.

As usinas do interior começam a ser instaladas nas próximas semanas.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Manaus