Obras de mobilidade urbana serão entregues a partir de novembro em Manaus

Por Portal do Holanda

17/09/2020 15h59 — em Manaus

Prefeito Arthur Neto foi visitar a obra do Complexo do Manoa - Foto: Alex Pazuello / Semcom

Manaus/AM - As obras de mobilidade urbana que estão em andamento na capital serão entregues a partir da segunda quinzena de novembro, de acordo com declaração do prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, na tarde desta quinta-feira (17), durante visita à obra do complexo viário professora Isabel Victoria, na entrada do conjunto Manoa, na zona Norte. Esta obra já está com 85% dos trabalhos concluídos e deve ser a primeira a ser entregue. As demais estruturas incluídas no pacote de mobilidade também estão com seus cronogramas afinados, para ficarem disponíveis a partir desse período.

“A previsão é fazermos a inauguração oficial na segunda quinzena de novembro. As três obras que fizemos – o complexo 28 de Março, o complexo Ministro Roberto Campos e este aqui – são um esforço extraordinário à infraestrutura que já existia antes. Essa obra não fica atrás das outras que fizemos. É uma obra de peso”, afirmou o prefeito.

Arthur reafirmou que o avanço acelerado das obras se dá por conta da eficiência na gestão, que garantiu os recursos e o pagamento das obras no tempo certo. “Por que uma obra atrasa? Atrasa quando o prefeito é incompetente ou quando ele engana o empreiteiro. Aqui não tem isso, realizou o serviço, fiscalizou, pagou. É o resultado de uma cidade organizada e com dinheiro em caixa para bancar os seus projetos”, afirmou.

Até a próxima semana, conforme a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), será concluída toda a etapa de colocação dos pré-moldados e, a partir de então, os trabalhos serão focados nos tabuleiros com colocação de ferros e concretagem. O sistema binário, que envolve os bairros Mundo Novo e Manoa, já estão com suas obras praticamente concluídas, faltando em alguns casos, pintura e sinalização.

Todas as demais obras do pacote de mobilidade, como a construção do Terminal 1, na Constantino Nery, e do Terminal 6, no Lago Azul; a construção de três estações de transferência de passageiros (as estações Arena, na Constantino Nery; Santos Dumont, na Torquato Tapajós e Parque das Nações, na Max Teixeira), além de reformas de terminais, estão com seus cronogramas ajustados, para também ficarem prontas em novembro e ser entregues à população a partir da segunda quinzena.