Internautas comentam aglomeração no show de Gusttavo Lima em Manaus: 'a Ômicron chegando'

Por Portal do Holanda

05/12/2021 14h37 — em Manaus

Foto: Reprodução/Twitter

Manaus/AM - Imagens do “Buteco” de Gusttavo Lima, que aconteceu neste sábado (4) na Arena da Amazônia, em Manaus, estão dando o que falar nas redes sociais neste domingo (5).

Nos shows que marcam a volta do cantor aos palcos, o “Embaixador” vem causando o maior alvoroço e impressionando pela multidão que marcou presença. 

Apesar disso, para entrar no show, era necessário apresentar a carteira de vacinação com o esquema completo da imunização contra a Covid-19. A gigantesca Arena da Amazônia ficou completamente lotada, e tinha como outra regra o uso de máscaras. As cenas chamam atenção, já que assim que entrou no estádio, o público ficou, em peso, sem máscara. 

Nas redes sociais, internautas comentaram o assunto, alguns chamando o evento de “epicentro de Ômicron” (nova variante da Covid-19, que possui taxa de transmissibilidade muito alta).  Também houve quem defendesse que no evento foi possível controlar que só entrassem os vacinados, ao contrário das festas de fim de ano, em que não há como regrar a situação, e que há aglomerações liberadas em outros eventos, como jogos de futebol, além do fato de existir bares lotados pela cidade, e "ninguém falar nada". 

Outros comentaram que o show deveria ter sido cancelado, assim como foi o Réveillon, para evitar uma nova onda do vírus.  E ainda houve quem afirmasse que é "hipocrisia" quem critica a aglomeração do show e não cumpre as regras no dia a dia. 

Vale lembrar que embora reduza consideravelmente os riscos de evolução para casos graves e morte, a vacinação não impede a contaminação e transmissão da Covid-19.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Manaus