Compartilhe este texto

Funasa nega que tenha sido alvo da Polícia Federal em Manaus

Por Portal do Holanda

30/06/2022 18h21 — em
Manaus


Foto: Divulgação

Manaus/AM – O superintendente da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Wenderson Monteiro, esclareceu em coletiva de imprensa sobre a Operação Enxurrada, da Polícia Federal, ocorrida nesta quinta-feira (30).

A investigação policial foi iniciada para apurar a possível ocorrência dos crimes de fraude em licitação, associação criminosa e peculato, previstos na Lei de Licitações e no Código Penal, em razão de irregularidades detectadas em auditoria realizada pela CGU no contrato para fornecimento de unidades de água mineral à Fundação no ano de 2017.

Wenderson negou que a sede da autarquia em Manaus tenha sido alvo da operação e que ele tenha sido alvo de medida cautelar de busca e apreensão. Ele explicou que apenas um servidor, que na época era fiscal, foi encaminhado pela PF para prestar esclarecimentos e liberado em seguida. O celular do servidor foi apreendido.

Veja nota na íntegra

Sobre algumas informações equivocadas divgadas por veículos de comunicação sobre a Operação Enxurrada deflagrada, nesta quinta-feira (30), pela Polícia Federal envolvendo a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) em três estados, a sua Superintendência no Amazonas esclarece que:

A sede da autarquia em Manaus não foi alvo da operação, assim como seu superintendente, Sr. Wenderson Monteiro, não foi alvo de nenhuma medida cautelar de busca e apreensão e/ou prisão. 

Vale destacar que a Superintendência tem dado total apoio as investigações, sendo inclusive denunciante de irregularidades encontradas. Por fim, se coloca a disposição para colaborar com o que for necessário para manter a legalidade e lisura em todos os atos públicos.

 



O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Manaus

+ Manaus