Siga o Portal do Holanda

Após 1 mês

Polícia começa a desvendar detalhes do homicídio da vereadora Marielle Franco

Publicado

em

Foto: Divulgação Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Tempos amargos


O assassinato de Marielle Franco e Anderson Gomes, motorista dela, completa um mês e até o momento, ninguém foi preso, mas a polícia do Rio garante que as investigações avançaram e revelou detalhes do caso nessa sexta-feira (13).

De acordo com os investigadores, câmeras de monitoramento apontaram que o carro usado pelo assassino, passou por dois bairros, Itanhangá, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, e Tijuca, na Zona Norte, horas antes do crime.

Os policiais descobriram também, que a placa do veículo, um Cobalt, era clonada e que há possibilidades do criminoso ter deixado a cena do crime por duas rotas pela rua Joaquim Palhares em direção à Avenida Brasil ou pela rua João Paulo, a  mesma onde a vereadora foi morta, I, mas saindo de ré.

A morte de Marielle e Anderson repercutiram na imprensa internacional e uma grande pressão é feita por familiares e autoridades para que o caso não fique impune e caia no esquecimento.

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.