Grávida faz sexo na cama do hospital

Por Portal do Holanda

05/12/2014 11h07 — em Mundo

Grávida é flagrada fazendo sexo na cama do hospital enquanto esperava para dar à luz

Uma inglesa foi pega em maus lençóis, mas não teve nenhum problema legal, além do constrangimento.

Paciente do Hospital de São Miguel, em Bristol, na Inglaterra, ela foi surpreendida por funcionários do estabelecimento fazendo sexo oral com o marido, horas antes do horário marcado para dar à luz.

Um servente da equipe de limpeza foi surpreendido por barulhos que vinham de um quarto particular próximo à maternidade e resolveu entrar, para ver o que estava acontecendo.

Em reportagem sobre o caso, o tabloide inglês “The Sun” destacou, no entanto, que "o hospital não proíbe a prática em quartos particulares"

A seu turno o jornal Mail Online registrou que o casal ficou apenas constrangido e que dias depois do parto a mulher admitiu ter ficado surpresa ao ser informada que "as relações sexuais são permitidas em aposentos particulares do próprio hospital, mas o conselho do estabelecimento é que ao menos seja colocada uma placa de ‘não perturbe’ para sinalizar que o paciente quer repouso ou privacidade".

Em nenhuma circunstância a porta do quarto hospitalar pode ser chaveada.

Apesar do caso inusitado, o jornal inglês The Sun aproveitou para conscientizar os leitores da prática sexual durante a gravidez.

No ano passado, o mesmo hospital foi criticado por permitir que uma mãe levasse um cão à maternidade para que ele pudesse vê-la dar à luz. A presença incomum foi criticada em meio a alegações de que nenhuma limpeza especial foi feita após o nascimento da criança.

Na época, gestores justificaram a ação extraordinária de permissão dizendo que Barney (o cão labrador) havia testemunhado muitos nascimentos e tinha uma "presença calmante".

Fonte: Espaço Vital